Jogos de Cartas

O mundo das cartas nas suas mãos

Sete e Meio

Sete e Meio é um jogo no qual acredita-se que tenha surgido na Espanha. Ele pode ser jogado por 2 a 10 jogadores (recomenda-se jogar com aproximadamente 5 jogadores) utilizando 1 baralho sem os coringas, 8, 9 e 10.

Objetivo

Somar 7 e meio com as cartas ou chegar o mais próximo possível, sem ultrapassar esse valor.

Valor das Cartas

Regras

Antes do início do jogo deverá ser definido um jogador que será o banqueiro. O banqueiro poderá ser escolhido por sorte ou por voto.

As apostas mínima e máxima deverão ser definidas antes do início do jogo.

Definido o banqueiro, este deverá embaralhar as cartas e oferecer o baralho para corte por qualquer jogador.

Depois do corte, o banqueiro deverá distribuir uma carta, com a face para baixo, para cada jogador, no sentido anti-horário e iniciando pelo jogador à sua direita.

Cada jogador verifica sua carta, mas não pode mostrá-la para os outros jogadores, comentar o valor de sua carta ou colocá-la com a face para cima.

Agora cada jogador deverá fazer sua aposta.

Feitas as apostas, o jogador logo à direita poderá pedir mais cartas (dizendo clara e abertamente) ou parar. O jogador pode pedir tantas cartas quantas achar necessário para somar sete e meio.

Ao pedir cartas, o jogador decide se quer receber cartas fechadas ou abertas.

Caso queira receber cartas abertas, deverá deixar sua carta com a face para baixo e o banqueiro apresentará tantas cartas quantas o jogador pedir, todas com a face para cima.

Caso queira receber cartas fechadas, deverá abrir sua carta para que todos possam ver, e o banqueiro apresentará tantas cartas quantas o jogador pedir, todas com a face para baixo.

Antes de pedir uma carta, o jogador poderá aumentar a aposta feita, contanto que dentro do limite definido antes do jogo iniciar.

Ao parar de receber cartas (dizendo clara e abertamente que não quer mais cartas), passa a vez para o próximo jogador.

Caso algum jogador some mais de sete e meio pontos, deverá devolver as cartas para o banqueiro e pagar a aposta para o mesmo.

Após fornecer cartas para todos os jogadores que as pediram, o banqueiro abre sua carta e decide se vai querer mais cartas ou não.

Caso não queira mais cartas, chamará todos os jogadores, um a um, pagando a aposta ao jogador caso este faça mais pontos do que o banqueiro, ou recebendo as apostas dos jogadores que fizerem uma pontuação menor ou igual ao banqueiro.

Se o banqueiro “estourar” (fizer mais de sete e meio pontos), deverá pagar a aposta de todos os jogadores ainda na mesa.

Se alguém fizer sete e meio pontos, deverá ter sua aposta paga em dobro pelo banqueiro.

O Banqueiro

Caso necessário, pode-se revezar o banqueiro, fornecendo essa posição ao jogador que conseguir fazer sete e meio pontos com 2 cartas.

Os jogadores poderão também oferecer fichas como compra da posição de banqueiro, tendo este a opção de ceder ou não a posição.

Variação

Pode-se jogar sete e meio com o ás de ouros valendo como um coringa: utilizar o ás de ouros como coringa, este valendo tanto 1 quanto meio.

O ganhador

O jogador que conseguir formar sete e meio pontos ganha a partida, caso o banqueiro também não faça sete e meio pontos.